-->

quarta-feira, agosto 13, 2008

O Dia em Que Quase Cortei os Pulsos

- Tá de bobeira? Quer ver o finalzinho de um show?

- Ah, pode ser... - disse, entrando na sala escura.

De repente a música. Nooossaaaaaa!!!!

Fez jus ao nome do show. "Canções Fabulosas Para Cortar os Pulsos". Por pouco não cortei os meus. Eram músicas de Tom Waits, por Cida Moreira e André Frateschi.

E entrei bem no momento mágico. Jersey Girl estava começando e não me contive. Chorei bicas (ou seria picas?). E, na escuridão, ouvi:

- Que linda visão quando vc entrou!

Juro que não vi quem disse. Tava muito escuro mesmo. Mas parece que, ao entrar, a projeção da minha silhueta causou impacto em alguém. Ego, ego, ego. Sou eu, Jersey Girl. Pelo menos me senti assim. You know she thrills me with all her charms, when Im wrapped up in my
Babys arms, my little angel gives me everything, I know someday that shell
Wear my ring.

So dont bother me cause I got no time, Im on my way to see that girl of
Mine, nothin else matters in this whole wide world, when youre in love with
A jersey girl, sing sha la la la la la la.


Só sei que tive que sair do escuro, senão soluços estragariam a música. Então ouço em casa mesmo, onde paredes guardam minhas lágrimas em total liberdade.

Só sinto falta do ser anônimo que, encantado com minha silhueta, naquela noite pelo menos, não cortou os pulsos.

10 comentários:

Breno Lucano disse...

Sempre causamos impacto em alguém. Basta ter olhos para ver.

Ju disse...

acho que é sempre assim, muitas vezes a gente nem percebe mais algumas pessoas por mais que sejam totalmente estranhas fazem diferença em certos momentos na nossa vida!
normalmente pelo gesto mais simples...

Livia Queiroz disse...

e como eh bom ser percebida hein???
faz bem pro ego, pra auto-estima...


Escreves mto bem...gostei do texto

Leonardo Dognani disse...

huauhauhauhauhaua
xD

caramba!
num sei como vc vc consegue hehehe
xD

e como se chora picas?
O.o
q coisa estranha e sinistra!
>.<
medo!

medo mais ainda desse show q vc foi!
e sim! cuidado q o anônimo pode ser um fã fanático (dã) que queria te agarrar se não houvesse tanta gente!
;)

bjos.

paticabral disse...

linda, bjusss

BrunO disse...

Chorar picas?

sahuaushuhssuha

Bem profundo isso =D

Só n corte os pulsos ;)

bjo

www.edaew.blogspot.com

cavanaha's o garoto antigo disse...

o atrito produz muito, mesmo as idéias, é pensando que elas encontram o caminho certo para o papel, ou a net, heheheh

bom texto. vou add. posso?

Clarissa Justino disse...

Você escreve muito bem!
Parabéns pelo blog...

Maíra Charken disse...

Pode sim, Cava. Só não tem o endereço do seu blog aqui. Manda pra mim. Bjs.

Um cara ai disse...

as vezes um comentario sutil de alguem que não conhecemos é tão agradavel

^^