-->

sábado, agosto 09, 2008

Aversão ao Avesso

Você, alguma vez, já foi tão você mesma que acabou estranhando? Já vivenciou momentos em que só podia contar com você mesma e não soube como se auto-abordar? "Por favor, você aí, parecida comigo, quer fazer o favor de me ajudar?". Estranho... Sentimento estranho tomando conta e você tenta disfarçar, senão você vai acabar percebendo e vai ficar chato. Aí você finge que não se conhece, que nem se viu e começa a se esnobar. Quer se fazer de palhaça! Rá rá! Vira a cara pra você mesma. Tenta se esconder atrás de alguém pra que você não repare na sua presença. Essas coisas... E quando cai em si, percebe que todas as outras pessoas, inclusive você mesma, está te olhando de modo assustado. É quando você não se reconhece, mas não consegue ser ninguém mais além de você mesma. Ui! Muito louca!, você pensa. Mas nunca foi tão sóbria...

Tenho esses momentos.

Odeio esses momentos.

Sabe, tenho essa idéia já meio formada de mim mesma, mas quando passo por esses momentos, vejo que não é nada daquilo e me sinto idiota, burra, ah, coisas horríveis assim (nada mais horrível do que se sentir burra).

Juro que queria ser mais objetiva, mas nesse momento não sei onde me encontro pra poder postar aqui e me explicar melhor. Quando eu me encontrar, retornar (não sei do onde) prometo que darei mais sentido ao que escrevo. Um post melhor seria ótimo, mas só quando eu decidir falar comigo mesma.

7 comentários:

douglasfert disse...

Encararmos nós mesmos, pode ser uma tarefa ardua, extressante, exaustante e até dolorosa.


Mas olhar para nós mesmos e deparar com... NÓS MESMOS, mas de uma forma que ainda não conhecemos não seria o resultado de uma constante 'evolução' e multação de nós mesmos?

Um cara ai disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Um cara ai disse...

eu tive até que pausar a musica para entender seu texto, rs.
tenho algo parecido com o descrito neste mesmo, insegurança sobre as ideias, as vezes tenho a sensação de que certas bases solidas só existem na minha cabeça, e então demoro um bom tempo para conseguir dizer coisas coerentes novamente.


beijo.

(apaguei o outro comentario porque cometi um erro gramatical tenebroso =X)

Sammyra Santana disse...

ai Maíra, ultimamente venho sendo tão eu mesma, que tô me assustando,rsrs!
mas, pra mim, tá sendo algo bem positivo!
Beijo

Homenzinho de barba mal feita disse...

Assumir quem vc é nunca é facil. As vezes queremos ser auto-suficientes, e não aceitamos ahipótese de ser fraco ou algo do tipo. O exercicio do auto-conhecimento, de se olhar para a própria cara, pode-se tornar um trabalho exaustivo, e que muitas pessoas preferem "pular" essa parte.

Bjos!!!

paticabral disse...

nossa, que complexo. quer ver piorar, tem uma frase do Mia Couto que uma pessoa querida me disse uma vez:SOMOS QUANDO SOMOS OS OUTROS!! se reconhecer a gente já é complexo, imagina!!!beijocas menina que tem estrela!!!

www.manufaturanova.blogspot.com disse...

Tb passo por isso. A Maior aventura é nos conhecermos. Vale muito à pena!