-->

terça-feira, agosto 26, 2003

Me deu ciúme. Dos brabos. Deixo claro, primeiramente, que não sou uma pessoa ciumenta. Nao proíbo saídas com os amigos, não mexo no celular, não cheiro a roupa de ninguém. Mas dessa vez o ciúme bateu. E não foi com namorado (já mencionei que não tenho namorado?). Foi com um amigo. Amigo que não vejo há muuuuuuuito tempo. Amigo da faculdade, que na época, era muito mais que amigo. Muito mais meeeeeesmo, porque nem namorado ele era. Complicado explicar. Só ele entenderia. Mas ele não liga mais. Não tá nem aí e isso dói. Acabo de entrar no blog dele e não achei meu nome. Li todos os arquivos e nenhuma menção à minha pessoa. Nem uma vezinha sequer. Ai, Maíra, ridículo isso. Agora todo mundo vai ler e ver o quão infantil voce é. E daí? Agora já foi... Senti ciúme, sim, porque ele linkou o Lélis (aquele do Repórter Esso) e não me linkou. Porque a gente foi muito unido e ele nem me citou. Tô triste, mas tá passando. Amanhã já esqueci e vou amá-lo do mesmo jeito.

1 comentários:

camila disse...

ñ axo criancisse vc tem toda razão,

e ñ é puxação de saco, até pq oq eu ganharia com isso!!

tb tenho ciumes dos meus amigos(as), e tb axo q isso ñ foi legal da parte dele!!

bjÛ