-->

quinta-feira, agosto 28, 2003

Caramba, o tempo voa mesmo. Há pouquíssimo tempo eu estava fazendo o teste para Walk, Men! e agora estou aqui, escrevendo, após a última apresentação do musical na Casa de Cultura Estácio de Sá. O espetáculo foi legal, se não fosse o público que tava uma merda. Pô, gente, pelo menos finge que tá rindo, né? Mas eu sou super profissa. Não me deixo abalar por nenhuma influência externa. Por isso tudo deu certo na apresentação, fora uns errinhos na coreografia do Blues e um atraso na mudança de figurino e uma esquecidinha no texto da Croquete e... Pra que isso, né? Já passou. Eu só preciso dar um jeito de conseguir aquela câmera e dar um fim na fita. É isso mesmo. Gravaram a apresentação. Todos os meus erros estão lá, naquela fita, registrados para toda a eternidade, amém. Há, há, só até eu pôr as minhas mãos nela. Preciso bolar um plano infalível. Vou lá falar com o Cebolinha e já volto.

1 comentários:

camila disse...

kkkkkkkkkkkkk...

caraca véy eu miacabo com as paradas q tu fala, tipo parece até q vc vive num filme, e q suas falas são decoradas,

tipo "preciso bolar um plano infalivel!

gosto de vc cada vez mais...

=]

bjÛ